Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Princesa Sem Tiara

Blog pessoal, de alguém que pela escrita é apaixonada e à moda já há muito se rendeu!

19
Mar14

A Princesa na Revista Spot, muito mais do que imaginei...!

 

 

 

A história de criação deste pequeno cantinho, como lhe prefiro chamar, é demasiado engraçada para alguma vez imaginar que isto pudesse ter estas repercurssões. Escrever, está no top 5 das coisas que mais gosto de fazer. Seja um dia bom ou mau, tenho necessidade de desabafar para um papel, não em jeito de diário, por vezes em prosa, por vezes em verso. O que é certo e, que a escrita sempre fez parte da minha vida. Tal como os pequenos blocos de notas, do mais simples e discretos que há, que são presença assídua nas minhas bolsas. Cheguei a publicar por diversas vezes, os meus textos na minha página pessoal de facebook, entre aspas, como se de autor desconhecido se tratasse. Era demasiado pessoal, para ser revelado, embora incompreendida a sua natureza. E o feedback era tão positivo, que começava a desconfiar que até podia ter jeito para isto, no meio de tantos gatafunhos. Seguidora assídua da blogosfera já há muito tempo, os blogs faziam parte da minha rotina. Nuns procurava a rotina, a leitura boa e fácil de histórias de outras pessoas. Noutros, os conselhos, as dicas e novidades que comecei a pôr em prática no meu dia. Até que, o sentido crítico ia ficando apurado. E, se há coisas que adorava, outras achava que faltava ou gostaria que estivessem publicadas de maneira diferente. E, o bichinho foi aparecendo. Cada vez mais vincado, a minha vontade de fazer parte da blogosfera era imensa. Não por fazer parte necessariamente. Mas por gozo, quase por brincadeira. Ter um cantinho ao qual, intitulasse de meu e, fosse o lugar onde dar vida aos meus textos. Um dia do nada, durante uma conferência perguntei a uma amiga o que ela achava de eu criar um blog. Estava preparada para todas as respostas e expressões. E, quando a sua resposta veio com o maior apoio e aceitação, este projecto começou a ganhar vida.

 

 Com um período de existência bastante curto, as suas conquistas têm sido como pequenas vitórias para mim. Não tinha pensado em nada disto. Apanhou-me de surpresa o carinho, a aceitação e o apoio dos que se cruzaram no meu caminho. Ter saído na revista Spot, e ter dois artigos publicados deixou-me tão feliz que nem consigo explicar. Parecia uma criança à espera de uma prenda. E essa prenda, era só uma das minhas maiores conquistas até hoje, uma das maiores oportunidades. Foi o ânimo que precisava para continuar. A vontade que faltava para correr atrás.

 

 

 

O meu enorme agradecimento a toda esta maravilhosa equipa que me surpreenderam com um resultado

tão bem conseguido como eu não imaginava.

Foi um enorme prazer, poder ter feito parte da vossa revista.