Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Princesa Sem Tiara

Blog pessoal, de alguém que pela escrita é apaixonada e à moda já há muito se rendeu!

29
Mar16

Nem é carne, nem é peixe! #1

NYFW-Street-Style-SS16-Day7-25.jpg

 

 

28
Mar16

Like a Princess

12718327_1756932541194884_7056958326138864333_n.jp

 

Estava a fazer zapping na quarta-feira no site da zara. À procura de algo que arregala-se as vistinhas para usar na páscoa. Sim xuxus, eu sou das que gosta de uso algo diferente na páscoa. As festas são o meu guilty pleasure de consumo e tentação. Tinha decidido em só comprar se encontrasse algo que fosse mesmo "uau". Até que vi. E não me saia da cabeça. Fui à zara na hora de almoço de quinta feira e lá estava ele.

 

25
Mar16

Update

Apetece-me divagar. Dou por mim com semanas agitadas, correrias, novidades. Apetece-me dizer mais. Partilhar com vocês tudo o que se passa. E voltar ao diário. Sem preocupações do éticamente bonito e comercialmente apelativo. Quero escrever. Simplesmente escrever. E contar. Das frieiras que teimam em não me largar. Ano após ano lá ganho eu, umas mãos de morta. Roxas e inchadas. Como se fossem o acessórios de cada inverno. E este não passa de moda. Gosta do destaque em cada estação F/W ano após ano. Do vestido XS da Zara em que coube esta semana que estava seguramente com a etiqueta trocada, quando na minha cabeça estou a precisar de começar a fazer todos os detox's possíveis e imagináveis e a parecer uma bolinha redonda. Da vida que corre bem. Tão bem, que até dá medo. O amor que se retoma, do lugar adormecido. De uma vida que se encaminha, de alguém que se levanta e recompõe. Aquela coisa tão boa que se compra como se de uma conquista, se tratasse. O sorriso que se encontra e que andava perdido. Amar é das coisas mais difíceis que nos podem fazer e das melhores que pode existir. E o amor tem para mim, hoje, um sorriso enorme. Sem questões, nem imposições. Foi como se subisse à montanha mais alta, ao pico do Evereste, e respirasse de alívio e de felicidade por tudo o que ultrapassei. Se vai ser tudo um mar de rosas? Claro que não. Afinal de contas, se há coisa que eu aprendi, é que são as fases menos boas que nos fazem ter certezas do que queremos. Seja o que for. São os momentos menos bons que nos mostram do que somos capazes. E somos, de tanto. Nunca se esqueçam disso. Podíamos escrever-vos sobre as tendências, a moda ou a atualidade, mas teremos muito tempo esses update's. Hoje, apetecia-me falar mais de mim, a quem está aí desse lado. E imaginem só a tolice que até já pondero render-me às maluquices do snap!

15
Mar16

Deadline Mood's

Parece que ainda há pouco estava a acabar de escrever 2015 em documentos e quando dou por mim já estámos quase na páscoa. Já passaram três meses. E nem o vi a passar. Ao tempo. Que trouxe ideias malucas de quem a idade só faz pior. E faz querer mais, sem parar. Aceitar desafios, sem pensar. E quando dou por ela, vivo numa correria a sair de um deadline para meter-me noutro. A pensar em coisas, em mais coisas. Sem tempo para pensar. A sair de um vegetariano, numa noite, para a noite da mulher no dia a seguir. E dançar até às 3h da manhã de rancho a twist, sem dar pelo tempo a passar. Numa semana que as horas de almoço foram trocadas por reuniões, de um projeto que entrou à maluca, desafiou como se fosse gente, a novidade, e despertou o bichinho adormecido dos projetos, das agitações e do fazer. Mais, muito mais e melhor. Que o tempo acha que o desafio. E não se engana. Nas surpresas que só ele reserva, nos amores que só ele retoma e nos sorrisos que só ele dá. Pelo caminho, ficam as lembranças de tudo o que se fez. Os quilos e quilos de maquilhagem que se precisa e as coisas boas que se fazem, ao estilo bracarense. Por agora, as fotografias. Que se esperam. Com a ansiedade de quem é estreante e a alma de quem coloca tanto de si e tudo o que faz. 

 

 

 

 

 

08
Mar16

Uma Fibra Impercetível!

img_650x412$2015_09_09_11_37_08_106567_im_63577395

E quando paro, para olhar no tempo, vejo quão forte é a Mulher. Feita de uma fibra ainda hoje imperceptível. O coração sempre na boca, de uma sentimentalista, impede-a que seja de aço. E, os dramas que abraça, sempre de pé, retribuídos por um sorriso, não fazem dela maleável. É certo que não.  Até os saltos altos, são prova da força, de quem tanto faz, como se de provas de malabarismo se tratasse. A ambição escondida no olhar, fazem-na querer sempre mais. Onde não há tempo para um cansaço. E nas pausas, que nunca tira, acaba sempre por querer mais. O pequeno elogio é uma vitória, de quem faz de um corpo minúsculo uma armadura. Ele, que aguenta hormonas, lágrimas e sorrisos. Esforço, de quem o mundo quer conquistar. Guerreiras. Por um trabalho incessante, da profissional à mulher, o seu relógio não dá descanso. Carrega o mundo às costas e o peso do mundo nos ombros. Só assim ela sabe amar. E, no fim do dia, mesmo quando a tristeza bate à porta, ela sorri. Num sorriso sereno, de quem já tanto fez mas com a certeza que no caminho que segue, ainda há muito por percorrer.

 

03
Mar16

Spring/Summer Trends #1

 

street-style-the-bomber-jacket-look.jpg

 

 

 

02
Mar16

Throw Back!

 

18431758_z56LL.jpeg

Dizem que devemos de dar dois passos para trás para se poder dar um para a frente. Como se fosse um retrocesso. Ver o que se fazia e o que se fez. E o que se queria realmente fazer. Quase como se fosse preciso vermos os nossos erros e as nossas falhas. E, aí descobrissemos o caminho a seguir. Custou tanto voltar aos inícios deste blogue. Ver a maneira que já escrevi, as fotos que já tirei. Encontrar aqueles tesourinhos bem escondidos e já esquecidos. E, pelo caminho bons achados. Boas lembranças e recordações. Quando o cansaço aperta, sirvo-me da inspiração. Para fazer mais e melhor, para novas e muitas fotos. Deixar de lado o lado não fotogénico, de quem faz apressa a máquina, o sorriso e as poses. Num já está bom, a pensar que não ficou bem. E se isto já não bastasse, quero revelar-vos um estilo tão diferente em mim que se apresenta. De quem eu era e de quem sou. Inspirações para os vossos look's. Que a semana tem 5 dias e o mês 30, e quantas manhãs não achámos que precisámos de um closet renovado e muito maior. É hora de mais look's?