Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Princesa Sem Tiara

Blog pessoal, de alguém que pela escrita é apaixonada e à moda já há muito se rendeu!

16
Jan17

UPDATE | ATUALIZAÇÃO




Apetece-me divagar. Dou por mim com semanas agitadas, correrias, novidades. Apetece-me dizer mais. Partilhar com vocês tudo o que se passa. E voltar ao diário. Sem preocupações do eticamente bonito e comercialmente apelativo. Quero. Simplesmente escrever. E contar. Das frieiras que teimam em não me largar. Como se fossem o acessórios de cada inverno. E este não passa de moda. Gostam do destaque em cada estação F/W ano após ano. Dos detox's, possíveis e imagináveis, que na minha cabeça estou a precisar de começar a fazer, por parecer uma bolinha redonda. Nervos, ansiedade, stress. O tempo avizinha-se instável por estes lados, com previsões de muitas emoções. A vontade de estudar, essa precisa-se, desesperadamente. Se houver algum antídoto para que seja brindada com a cuja, peço-vos que partilhem comigo.  Estudar. Esquecera o que era há dois anos. Deixara os hábitos nas memórias do ensino básico e as rotinas nas lembranças da universidade. Jamais pensaria voltar a pegar nos livros. Arrumei-os nas estantes. Dispostos como decoração de uma vida de estudante arrumada. Acomodei-me. A uma vida prática que desafia e ensina. Acomodei-me de mim. O esforço, a procura de saber mais, o querer saber mais, ficaram de lado na gaveta de amanhã. Até chegar o dia. Em que a vida não se resolve sozinha se não a resolvermos a ela. Mas no que é que eu me fui meter?! Entre a outrora voz do desistir e a força do continuar. Há um caminho a seguir e um objetivo a cumprir. Percebi. Que mais do que o muito bom ou o mau que o resultado indique, há algo muito mais importante. Dar o melhor de mim. Dar o melhor de nós. Tentar. Esforçar. Desafiar-me ao máximo e dar o melhor de mim. Na fé da esperança que se precisa, não desistir. Não dos exames, mas das metas. Pior do que quem erra, é quem erra por não tentar! E é nas atitudes certas que descobrimos. O verdadeiro segredo da vida. Afinal de contas, se há coisa que eu aprendi, é que são as fases menos boas que nos fazem ter certezas do que queremos. Seja o que for. São os momentos menos bons que nos mostram do que somos capazes. E somos, de tanto. Nunca se esqueçam disso. Podia escrever-vos sobre as tendências, a moda ou a atualidade, mas teremos muito tempo para esses update's.