Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Princesa Sem Tiara

Blog pessoal, de alguém que pela escrita é apaixonada e à moda já há muito se rendeu!

12
Jun17

O Erro que nos Define

 

IMG_0087.JPG

 

Um erro. Quem nunca errou na escrita de uma palavra? O abreviado das mensagens. O escrever à pressa no telemóvel. A escrita ligeira. A distração, a falta de leitura e o facilitismo. E quando reparamos já estamos tão habituados ao corretor ortográfico da tecnologia. É como a máquina de calculadora do telemóvel, que até no mais simples cálculo lá vamos nós ao telemóvel fazer a conta. Vá, sejamos sinceros, já toda a gente errou uma vez que fosse na escrita de uma palavra. Mas, quando vemos os outros errarem, fazemos com que isso os defina. Há algum tempo atrás escrevi um post em que no título tinha o hífen mal colocado numa palavra. Um simples erro. De pressa, de distração. Um hífen. Valeu um post num blogue, do qual já nem me recordo o nome, a falar mal de mim, da minha forma de escrever, do meu blogue. Porquê? Por causa de um simples hífen mal colocado. De quem tantas vezes, depois de alinhavar o texto na cabeça, escreve-o numa pausa do almoço ou à noite de madrugada, sem usar corretor ortográfico e com a esperança que seja mais importante a mensagem do que a gramática.  Por duas vezes, o meu blogue no sapo já teve um corretor ortográfico de excelência e pontual, de nome anónimo. Já há algo tempo que não dá o ar da sua graça. Aos dama, de quem quase toda a gente gosta, aconteceu o mesmo. E foram criticados e até notícia no jornal de notícias. Porquê? Pela reação que tiveram depois de reagirem a um simples erro ortográfico numa atitude que para muitos não foi muito boa. Porque não nos é permitido o direito de errar? Para mim, o erro é uma boa coisa. Se errei foi porque fiz. Porque escrevi, bem ou mal, e só ligou ao erro quem quis.