Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Princesa Sem Tiara

Blog pessoal, de alguém que pela escrita é apaixonada e à moda já há muito se rendeu!

08
Abr14

Daily my day...#1

Ontem foi dia de frequência. Nem o parecia, é verdade. Entre gargalhadas, zapping pela internet à procura de vestidos e, música popular os livros ficaram à nossa frente entre breves momentos em que uma dizia " nem parece que temos teste!" e, voltava tudo ao mesmo. No fundo, a confiança ou a falta dela, estava lá. Seguiu-se a frequência, as típicas perguntas de sempre, " correu bem?!, também respondeste aquilo". Foi hora de espairecer ao chegar à minha cidade, passear pelo shopping, visitar os meus sítios de eleição onde me sinto em casa, e ter conversas como se de família se tratasse. É uma inclusão de carinho aliado a um sinónimo de pertença, e tão bem que sabe, aquele mundo meu. Chegar a casa e, preparar-me, os estudos ficavam para hoje. Ontem era noite de reencontro. De pôr a conversa em dia. Passaram meses, cresceram novidades, modificaram-se vontades. E a minha amiga chegou da terra do amor e da torre eiffel. Ela veio de oportunidades conquistadas eu irei brevemente à procura das minhas. Sei que lhe fez bem. Hoje é outra mulher, independente, livre, realizada. Pensa no futuro sem um conto de fadas e requer no seu trabalho a sua felicidades. Homens, esses são como os autocarros, depois de um vem outro a seguir. E ontem a noite foi dedicadas às meninas, às que chamo de minhas. E, parecia uma amostra do filme Sei lá, misturado com um consultório feminino e, milagre dos milagres, sem bebidas e sem chocolate. Quem diria que aguentavamos estas conversas sem tais ajudas?! 

 

Hoje, hoje foi diferente. Foi dormir sem ter hora para acordar - a falta que eu não sentia disto. Foi ronha. Foi namorar. As folhas, a legislação bem faziam companhia do lado do sofá. Mas as saudades do boyfriend falaram mais alto. Hoje foi para ele. E, acabar o dia com um sorriso ragado, é tão bom. Vai compensar as horas de madrugada que os estudos serão a minha companhia.

 

Um café, por favor!