Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Princesa Sem Tiara

Blog pessoal, de alguém que pela escrita é apaixonada e à moda já há muito se rendeu!

Das Melhores e Mais Desafiantes Experiências de Sempre: O Workshop!

32089800_10213785456083041_3329050351088173056_n (

 

Foi no passado dia 05 de Maio que eu a Catarina, do A Little Bit of Pink, tivemos o prazer de estar presentes no evento Let's Go Girls, no Braga Retail Center, onde fomos convidadas a dar um workshop de moda e ter dos maiores desafios de sempre.

 

Organizado por duas alunas da Escola Profissional Esprominho, no âmbito do seu final de curso, com uma vertente solidária a reverter para a liga portuguesa contra o cancro, este evento teve como finalidade proporcionar às mulheres um dia especial e diferente e apoiar, inspirar e ajudar as sobreviventes de cancro que se juntaram a nós. Numa tarde que contou com workshop's de maquilhagem, moda, dança e coach, que juntou mães e filhas, no sábado que antecedia o dia da mãe, e que nos emocionou com testemunhos de quem sobreviveu a esta doença, que lutaram e cuidaram, mostrámos um outro lado da moda. Da sua importância. Da sua ajuda a enfrentar, a ultrapassar e a viver melhor. E a passar uma das maiores mensagens de sempre: A importância da moda!

 

Mais do que as tendências da estação ou o que se está a usar. O importante era perceber e contar o porquê. Porquê que a moda é importante. Porque é que a moda não é uma futilidade. E de repente vi-me ali. Com uma plateia de rostos conhecidos, sem contar, que já não via há anos, e no meio dos nervos de início deixei que a mensagem e a vontade de partilhar falassem mais alto e, ali estava eu. A partilhar como a moda foi e é importante para mim, na minha imagem profissional. Como me ajudou a ganhar auto-estima, confiança e atitude. Em cada pessoa que, já não via aos anos, e me vieram dar os parabéns e dizer que eu estava tão melhor. Mais do que explicar a importância da moda é fazer perceber como ela nos ajuda a ser melhor. E ali estivemos nós. A dizer que a moda não é futilidade. A partilhar truques, a dar dicas e a passar a mensagem. Que a moda não é uma futilidade, mas um estilo de vida, um complemento à nossa imagem e uma mais-valia na nossa vida. E cabe-nos a nós adaptá-lo ao nosso estilo. 

 

32153740_1611464665618691_6820578541889912832_n.jp

 

Dizem que não há nada melhor do que os desafios e este foi um dos grandes. Das experiências mais desafiantes e enriquecedoras de sempre. E das que mais me puseram à prova também. Saí de coração cheio e com um misto de emoções. De quem expôs os nervos e os enfrentou. De quem teve medo de não conseguir e a meio colocou o microfone de lado e projetou a voz, como se conquistasse o palco e a vontade de partilhar e comunicar. E nem imaginam como me senti bem ali. Naquela reviravolta, em que a minha voz se fez ouvir!

 

32104595_1611457695619388_726832384879624192_n.jpg

 

E este post não o podia ser sem os agradecimentos. À Maria e à Renata que organizaram o Let's Go Girls, pelo convite. Revi-me em tantas coisas nelas. A determinação, a agilidade, a vontade de fazer tanto e a vontade de fazer mais. A timidez, os nervos e a ansiedade. O querer e a atitude. Sei o que é estar do lado de lá. Sei o quanto é difícil e o quanto é bom chegar ao fim e conseguir. E vocês conseguiram! Que este vosso evento seja o primeiro de muitos e com muito sucesso.

 

32116558_1611454918952999_4175952541047062528_n.jp

 

À marca portuguesa de roupa Seissa, obrigada de coração. Fico sem palavras para agradecer toda a confiança, todo o apoio e toda a colaboração de sempre. Grandes marcas, fazem-se com grandes pessoas. E esta é a das marcas que todas as pessoas deviam de conhecer. A marca que familiares me dizem que compraram para o marido levar a um casamento e eu fico cheia de admiração e orgulho ao dizer que conheço. Obrigada.

 

31530617_1607933395971818_4372186293971451904_n.jp

 

À Dora. Das pessoas mais inspiradoras que conheço. E das melhores pessoas que o blogue me apresentou. É impossível não lhe agradecer pela enorme coragem que precisou para estar ali. E pela pessoa incrível que é. A Dora que não diz não a mais um pedido ou uma ideia maluca, que apoia, que incentiva. Que me revê e me revejo num sonho diferente mas na mesma paixão pela moda. À Dora e à sua marca portuguesa By Dora Guimarães, do fundo de coração, obrigada.

 

b673246374ff7e79df28ccec4d1d654a.jpg

 

À Catarina, blogger do blogue A Little Bit of Pink, que aceitou o convite de dividir este "palco", de encarar este desafio e de partilhar esta experiência comigo: muito muito obrigada! Pelo apoio, o amparo, a ajuda e por termos "dividido este palco" e mais uma experiência!

 

851f7b62b33c604278be206909054da1.jpg

 

À Andreia, que aceitou nosso convite e se juntou a nós para falar sobre micro-resiliência e falar sobre a importância do coach nas nossas vidas. Obrigada!

 

32130526_1611465352285289_4366044860105359360_n.jp32089280_1611454888953002_5411919067978137600_n.jp

 

E, acima de tudo, obrigada a vocês. Obrigada a cada pessoa que esteve lá. Que nos ouviu, que interagiu, que esteve presente e que fez parte. Nem imaginam como a vossa presença foi importante. Como significou tanto. E sou das pessoas mais realizadas se puder passar a uma pessoa que seja o que ali quis transmitir. E a importância disso. Da moda, da atitude, da imagem, da auto-estima, da confiança. Cuidarmos de nós e sermos a nossa melhor verão não é futilidade, é necessidade, é obrigatoriedade e imprescindível para sermos felizes. Isto, isto também faz parte de mim. 

O Meu Artigo na Revista Spot: A Tendência Desportiva na Moda!

 

043048-_i_trend-alert_-i_-a_1478284277.jpg

 

Esqueçam tudo o que acham que é estilo, moda e padrões de elegância. Esta estação a moda não podia ser mais inovadora e arrojada. Numa mistura de estilos e de tendências, a primavera/verão 2018 traz consigo o lado romântico das cores pastel e dos cetins, o padrão florido dos estampados, o lado boémio da fluidez das peças e dos folhos, os anos 80 das bolas e uma das tendências mais arrojadas da história: o sporty chic.

 

 

cffdae3ff57200a67e4c0489baefab10.jpg

 

A tendência desportiva traz o desporto à moda e os equipamentos tornaram-se inspiração nesta estação. Basebol, fatos-treinos, futebol, basquetebol. As riscas dos equipamentos fazem das camisolas desta estação o novo must-have e as calças com risca lateral e molas, como os míticos fatos-de-treino dos anos 90, são a peça de desejo deste ano e o novo sucesso do street-style.

 

46c46139ec0ce99c8544a600bde7b789.jpg

 

As sapatilhas deixaram de ser minoria para quem não tinha estilo e passaram a ser das maiores opções das grandes marcas e o maior sinónimo de estilo. E os bombers jacket regressam e trazem consigo as camisolas em formato de desporto e com a marca estampada. As bolsas da cintura são as novas queridinhas da Gucci e as calças e os macacões de risca lateral estão para os stilettos como os fatos clássicos e aborrecidos estavam na época passada. Porque o segredo é a conjugação.

 

Sneaker-Trends-Spring-2017.jpg

 

 

Esta é a estação das combinações arrojadas e de pôr de lado o aborrecido. Das calças e de camisolas de punhos elásticos e das blusas que fazem lembrar os equipamentos das equipas de basebol. Das calças de molas e risca lateral que toda a gente quer ter e dos fatos que são o casamento perfeito com as sapatilhas. Porque esta estação o clássico casa-se com o desporto, e não há nada que grite mais tendência e estilo do que o sporty chic.

 

32214800_1345344808898703_3163407464074838016_n.jp

 

 

Vejam aqui o meu artigo na edição de moda e beleza da revista spot  

 

Quase quase a sair um novo artigo não podia deixar de partilhar convosco o meu último artigo publicado na edição de moda e beleza do mês de Maio com uma das grandes tendências desta estação: a tendência desportiva.

 

E que bom que é fazer algo que gosto tanto, que é escrever e sobre uma das minhas grandes paixões: a moda!  

 

O que acharam? Espero que gostem 

Um Desafio Privilegiado!

 

IMG_2989.JPG

 

Ando a tentar evoluir na relação. Com a máquina fotográfica. A conhecê-la e a conhecer-me a mim. E a tentar perceber os pontos que ela gosta em mim. Sorrir-lhe e olhar-lhe de frente, em vez de me esconder. E a deixá-la encontrar-me, no meio das ruas, no meio da cidade. Como quem se obriga a por de lado a vergonha e a timidez e a fingir-se desconhecida. É tão mais fácil assim aceitar o desafio, numa rua cheia de gente. De quem se sente privilegiada por vestir um dos casacos mais bonitos que já viu, de uma marca portuguesa, nas ruas da sua cidade. Fazer da cidade pano de fundo e do privilégio de um lado blogger que me permite conhecer tão mais do que os meus horizontem viam. Tanto talento português, tantas marcas maravilhosas e fazer delas e por elas o meu desafio. De colocar a timidez de lado, olhar a máquina em frente, marcar presença nas ruas cheias e apresentá-las. A vocês, a todas as pessoas a quem este meu lado blogger consiga chegar. E merecem tanto, vocês e as marcas. 

 

Obrigada pelo carinho e por estarem desse lado, num projeto que continua por vocês estarem desse lado. Obrigada por cada like, por cada visualização e muito obrigada por cada comentário e cada mensagem. Irei pôr a falta de tempo de lado e arranjar tempo, para responder a todos os vossos comentários, que são tão importantes para mim, que eu vejo sempre e me deixam tão feliz e agradecida. 

 

IMG_3002.JPG

IMG_2988 (1).JPG

IMG_2986.JPG

IMG_3008.JPG

IMG_3003.JPG

IMG_3004 (1).JPG

IMG_3009.JPG 

IMG_2999.JPG

 

Casaco: Seissa | Blusa: Begreh | Jeans: Mango | Bolsa: Guess | Brincos e Pulseira: Cibele | Relógio Eletta | Anel: One

 

Fotos: Catarina, blogger A little bit of pink

 

Sigam-me no instagram aqui e participem no passatempo a decorrer! 

 

O Segredo de Um Estilo!

7bdeb996a372aab3ded685632d511b2c.jpg

 

Lembro-me de passear pela rua e ficar admirada. Com o estilo de quem passava. As roupas coloridas. As combinações que não combinavam mas conjugavam. As peças que pareciam custar um dinheirão. E a atitude de quem as usava. Andavam como quem vestia a roupa sem deixar que a roupa as vestisse a si. E arriscavam. Longe da monotonia do tom a combinar com o tom. Ou do básico sempre visto. E o seu estilo fascinava-me. Fazia-me imaginar a sua profissão ou estatuto. Enquanto suspirava pelas bolsas e sapatos. E em cada vez que um estilo ousado desfilava e eu no meu básico passava, observava uma cidade, como eu admirada. Enquanto adorava um estilo que jamais pensaria ter atitude, para usar e ser. Coloquei-o num patamar inatingível de quem a atitude não chegaria. Até chegar o porque não. Porque não experimentar e arriscar? Porque não usar? Lembro-me de vestir a primeira tendência com a timidez de quem veste um fato fora de época. E ficar o tempo todo a sentir-me uma estranha. Como quem arrisca por aquilo que acha que só aos outros ficaria bem. E aprender. Que o segredo de um estilo conhece-se na sua história. E é pelas ruas da cidade que hoje desfilo as tendências. Arrisco nas cores. Brincos com os padrões. Ouso nas conjugações e divirto-me com as novas peças. Hoje olho para uma peça nova e penso porque não?! E assim que a vejo, vem logo à cabeça mil e uma maneiras de a usar. E o maior segredo de um estilo, seja ele qual for, é vestirmos a roupa sem deixar que nos vista a nós. Sintam-se confiantes. Arrisquem. Ousem. Brinquem. Esqueçam os estereótipos e a ideia de que para terem um estilo com atitude as peças tem de custar um dinheirão. Combinem marcas caras e baratas. Vão ao vosso guarda-fatos, ao da vossa mãe da vossa avó e divirtam-se a criar looks. Não há nada com que me divirta mais do que ir buscar roupa e acessórios que se usavam há 5 e 10 anos atrás e hoje são tendência. O segredo de um estilo não é vestirmos-nos com timidez, mas deixarmos sermos nós próprios. E se os outros podem, porque não nós? Espero que esta minha experiência pessoal ajude e inspire muitas de vocês. Farei desta, uma das minhas mensagens.
 
Vestido Dona Clarita 
Look Completo aqui
 
Sigam-me no Instagram aqui

Tenho um Casamento! E, Agora?

glonaci rosa.jpg

 

Há uns dois meses atrás, enquanto falávamos das festas que tínhamos, o meu namorado lembra-se a meio da conversa e diz "Ah, é verdade! Acho que este ano temos um casamento!" Quando há pouco tempo confirma, a primeira coisa que passou-me logo pela cabeça foi: "O que é que eu vou vestir??!"

 

Não deve ser difícil, pensei eu. Vou pesquisar e rapidamente devo encontrar algo giro e jovem pela Zara ou Mango. Nota-se logo que já não vou a casamentos há mais de 7 anos e que não sei que isto de agarrar o vestido lindo, perfeito e acessível é toda ela uma competição de atletismo com muitos meses de antecedência e, em época de promoções então puff, já tinha tudo entrado em extinção há imenso tempo. Além disso, não queremos nada chegar a uma festa a achar que estamos um arraso - e que melhor de nós só a noiva - e ver sei lá mais quantos vestidos iguais ao nosso. E, para melhorar a coisa, já estamos quase no final da época de casamentos, e há modelos que já estão tão fartinhos, mas tão fartinhos de se ver em fotos pelas redes sociais que seria literalmente gastar dinheiro para ser mais um. E, depois há os que tem renda que nem parece renda, os que tem tanto enfeite que já nem precisam de acessórios, e os tecidos que já nem conseguimos ver à frente.

 

Ainda andam à procura?! Não procurem mais meninas! Estes são aqueles que considero ser os melhores vestidos, macacões, e conjuntos, e as melhoras apostas, para os casamentos deste ano. Lindos que só eles, elegantes, com bom ar e a aparentar boa qualidade, simples, jovens e com um corte incrível, são uma autêntica lufada de ar fresco. Desde marcas portuguesas, a marcas recentes em Portugal, a vestidos de designer e atelier, feitos por medida, de vários cantos do país e para todos os preços. Decorem bem estas marcas e passem os olhinhos até ao fim deste post, que é o segredo mais bem guardado dos stylings para convidadas de casamento deste verão. É impossível não ficarmos apaixonadas por estes modelos, não acham?

 

glonaci preto.png

glonaci rosa flor.jpg

glonaci vermelho.jpg

 GLONÁCI

 

Maui 2.jpg 

Maui pink.jpg

Maui red 1.jpg

Maui.jpg

 MAUÎ

 

Macacão Hazel.jpgMacacão red hazel.jpg

HAzel.jpg

HAZEL

  

mysson.jpg

MYSSON

 

pitaya.jpg

 PITAYA

 

velvet.jpg

 VELVET

 

fusion red.jpgfusion pink.jpg

FUSION

 

Diwia saia.jpg

dIWIA.jpg

DIWIA

 

embrace inc.jpg

dona clarita.jpg

DONA CLARITA

 

19420700_1571763282834330_3258024130331619758_n.jp

BY DORA GUIMARÃES - ATELIER

 

 Instagram @princesasemtiara

Elsa Barreto conquista o coração da cidade!

IMG_5262.JPG

 

 Terra de bispos e arcebispos, monumentos e basílicas, a zona da Sé é para mim dos recantos mais mágicos desta cidade. Bracarense de gema, de naturalidade e de paixão, sinto o encanto de cada vez que passo pela majestosa Sé de Braga. As ruas antigas, o espanto dos turistas, os espaços elegantes tão delicadamente bem posicionados, faz com que seja impossível não nos rendermos aquele que é considerado o coração desta cidade, e uma das zonas mais bonitas de sempre. Não sei se pela magia, se pela arquitectura, se pela história ou a majestuosidade. A zona da Sé, faz parte da história, impressiona turistas e conquistou o mundo. Não só o mundo, mas também a moda, com a inauguração do novo atelier da Elsa Barreto, na Rua Dom Paio Mendes.

 

#DropThePlus!

 

Skinny, plus, straitght ... Já chega! Está na hora de deixar de rotular as mulheres em tamanhos. De deixar de os ver como julgamentos. Apelamos à igualdade. Em cada dia, em cada hora. E a igualdade de tamanhos, onde fica?! Esquecida?! Não o escondo que já tive do outro lado, de quem se via gordinha. E, não era o meu espelho que julgava, mas uma sociedade de ideias feitas. E a roupa, naqueles seus tamanhos inquisitórios acrescentavam a culpa que não sentia. Custava, não a ver servir. Hoje, com formas diferentes, sei que o tamanho grande ou pequeno não é sinónimo de nos sentirmos bem. Não interessa, não passa de um número. Se não revelar nada mais do que isso, é só mesmo isso. Um número, um tamanho. Mas, custa ver as consequências desse número. A falta de aceitação de uma sociedade. Uma indústria têxtil pré-concebida, com tamanhos que são contrários à igualdade. E o mundo da moda, que diferencia. Num plus e num skinny. Mulheres iguais. Igualmente bonitas, igualmente mulheres, igualmente saudáveis. Ou melhor, diferenciava! A par com a Dove, que já há uns anos que luta pela igualdade de oportunidades, a moda teve uma lufada de ar fresco e uma imposição de atitudes, com as primeiras modelos plus size a estarem presentes em marcas como o calendário Pirelli, a Sports Illustrated, a Calvin Klein e a Lane Bryant.

Não sou apologista, das defensoras que são contra campanhas como a da Victoria Secret, mas sou apologista que se risque o plus e se desvalorize o skinny e se apluade cada corpo em cada sua forma. Somos todas mulheres e se muitas marcas não o aceitam a Boutique da Tereza afirma-o com carinho. Nesta marca, não há lugar as restrições nem imposições. E o Plus Size, é encarado com orgulho. De mulheres que aceitam as suas formas e exclamam em cada afirmação que são mulheres reais. Sem dietas, com curvas, e um sorriso lindo. Num atendimento que se destaca pela felicidade de cada mulher, de a vestir bem, bonita e elegante. Seja um 36 ou um 64. A boutique da tereza é a moda para todos os tamanhos, e leva a moda a todas as mulheres. E, não escondo o orgulho ao ver estas lindíssimas mulheres a desfilar, por uma marca de Braga empreendedora, que tanto merece este reconhecimento. Era tão mais fácil, limitarem-se a fazer o que por aí se faz. S - XL, e modelos tendências. Mas o fácil não lhes chegou, queriam ser a resposta de tantas mulheres que viam nas outras mulheres a roupa e em si, o que servia. Porque somos todas mulheres, e não há números que distingam a beleza.

Conheci-lhes a garra e a determinação, não de hoje, nem de agora. E, nem imagino a ambição requerida e pretendida que esta homenagem de cada dia precisou. Pegar num projecto da mãe e fazê-lo crescer, em família, não é uma ideia nem uma ambição empreendedora, mas um projecto de coração. É uma homenagem que é feita, em cada dia.

11162455_684902968304502_4969346857871900313_n.jpg

  É hora de riscar o plus e de desvalorizar o skinny. Aplaudir cada forma, amar cada corpo. E aceitar as suas perfeitas imperfeições. 

 

Boutique da Tereza: Making Of, Spring Summer Collection!#The Interview

18225449_Yl1v7.jpeg

   " ... nem queria acreditar, fiquei super feliz e entusiasmada e, agradecida por acreditarem em mim..." 

 

Entre Cortes e Costuras!

img_386x605$2015_01_06_16_25_44_177805.jpg

 

Já lá vão os tempos em que olhar para as criações de Jeremy Scott deixavam-nos com água na boca, pelas bolsas de happy meal ou os telemóveis com batatas fritas que apeteciam comer. E as memórias de infância do Sponge Bob à Barbie, já são como o Macdonald's, águas passadas. Se em tempos a Moschino sorriu literalmente, numa colecção cápsula cujo ícone presente nas suas roupas foi o smile, engane-se quem pense que Jeremy Scott já não tinha mais pano para mangas. A poucos dias da apresentação das suas propostas de 2015 para a Moschino, Jeremy voltou a surpreender tudo e todos, ao fazer as suas estrelas de peças da sua colecção, nada mais nada menos do que, a fita de medição, a tesoura e até o ferro. O atelier de costura foi a inspiração, para mais uma apresentação brilhante do designer, que entre medições engomadelas, cortes e esboços, deu vida a uma colecção presente como inacabada, propositadamente pensada ao pormenor.

Numa exposição onde nem a etiqueta foi esquecida, aí daquele que diga, feito na china.

Está lá, mesmo à frente, é na Itália. 





Ângela Santos | Braga
aprincesasemtiara@gmail.com



Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D